Android :-) a história do robô-mascote mais famoso do MUNDO

ryÉ só pensarmos no nome “Android” que a imagem do robozinho verde da Google já aparece em nossas cabeças. Não é difícil fazer a associação, uma vez que se trata da logo do sistema operacional portátil mais utilizado do planeta. Pois é, o Android está presente em smartphones, tablets e até mesmo Plug-PCs, estando disponível para consumidores dos mais diferentes perfis.

Mas será que o personagem sempre foi simpático como é atualmente? E mais… Será que o robozinho é apenas um símbolo ou ele possui valor comercial que pode ser compreendido pelos consumidores? As respostas são bem mais surpreendentes do que se espera, então vamos descobrir tudo isso juntos. Está preparado para conhecer essa história?

O precursor assustador

Quem vê o Android de hoje não imagina que ele já foi um robô estranho e assustador, com traços que parecem inspirados em quadrinhos de segunda categoria dos anos 80. São cores pouco atraentes e curvas muito pouco inovadoras. Não havia nada naqueles robôs que pudesse fazer com que a imagem deles fosse agregada a algum valor comercial no futuro.

Além dos traços que já mencionamos, também havia um olhar maluco e uma boca bem estranha. Felizmente tratou-se apenas de um conceito utilizado na apresentação dos primeiros projetos do Android para os desenvolvedores que iriam fazer parte da primeira grande onda de aplicativos lançados para o sistema operacional. Ainda bem que tudo mudou, não é mesmo?

O robozinho-ícone de uma nova era

Depois de uma versão assustadora criada por amadores — por mais surpreendente que seja (só que não), aquele mascote mostrado anteriormente não foi feito por profissionais da ilustração —, foi a vez de uma ilustradora de verdade entrar em ação. E aí surgiram os traços de Irina Blok, que conseguiu criar o famoso Bugdroid, transformando o mascote em um verdadeiro ícone da tecnologia dos portáteis.

Antecipando o que viria a se tornar uma tendência nas logos — de sistemas operacionais, aplicativos e empresas — nos anos seguintes, o Bugdroid possui apenas uma cor e traços bem chapados. É fácil compreender a simplicidade dele e também os conceitos que foram empregados. Como a própria ilustradora diz em sua página: “A ideia era criar uma logo open source (muito parecido com a plataforma Android)”.

Ela também afirma que, inicialmente a imagem seria revelada apenas para os desenvolvedores, mas não demorou para que isso fosse disseminado por todo o mundo. E com isso também vieram as centenas de versões diferentes do robozinho, personalizados por ilustradores, designers, apaixonados por desenhos e, é claro, por entusiastas do sistema operacional.

A simplicidade dos traços também contribuiu para que as pessoas conseguissem criar suas próprias versões do robô — mesmo sem possuir grandes conhecimentos ou talentos relacionados à ilustração e ao design. Com a popularização do mascote, ele se tornou também um item de fácil agregação de valor comercial. E isso aconteceu por meio das miniaturas variadas inspiradas no Bugdroid.

Figuras de ação: os famosos “bonequinhos”

Diversas empresas de brinquedos aproveitaram o sucesso do Android para criarem suas próprias miniaturas do mascote Bugdroid — licenciadas, é claro. E há muitas versões diferentes dessas figuras de ação, o que faz com que alguns consumidores tenham verdadeiras coleções do robozinho. E isso também se aplica aos “pins” do mascote, que movimentam muito dinheiro no mercado de colecionáveis.

(Fonte da imagem: Reprodução/Amazon)

Nos dois casos — action figures e pins —, é possível encontrar uma enorme variedade de estampas e homenagens. E isso vai desde as tradicionais alterações de cores até os personagens mais famosos do cinema — sendo que isso não é limitado aos robôs, como era de se esperar.

Sempre em construção

O sistema operacional Android está sempre em construção e as possibilidades para ele também surgem com frequência. As logos das versões são inspiradas em doces, e desde a versão Gingerbread existe uma fusão entre os dois conceitos: logo e mascote. Você pode perceber isso no ICS, no Jelly Bean e também no KitKat — sendo que o mesmo deve ser levado às versões futuras.

Com isso, é bem possível que ainda vejamos uma grande quantidade de mascotes e logos do Android inspirados no robô original criado por Irina Blok. Até nós aqui do Tecmundo já pensamos em algumas possibilidades — é de um artigo humorístico, mas você pode conferir por este link — de novos Bugdroids.

…..

Dos primeiros rabiscos até o conceito atual, foram vários anos de mudanças no sistema operacional, que se tornou o mais utilizado em portáteis no mundo todo. O Android é um dos grandes nomes da atual geração da tecnologia e certamente ainda vai existir no topo do ranking por um bom tempo. Você acha que o mascote tem alguma influência direta nisso tudo?

Fonte:Tecmundo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s