Como burlar o double check azul do WhatsApp?


WhatsApp é hoje é ferramenta de comunicação mais utilizada hoje pelos brasileiros. Mandar uma mensagem de texto, uma foto ou um vídeo pelo aplicativo é muito mais rápido – e barato – do que utilizar os planos de dados comercializados pelas operadoras. Mas há alguns males da tecnologia que muitos não gostam de enfrentar.

É o caso do recurso double check, aqueles dois sinaizinhos azuis que aparecem ao lado da mensagem enviada. Quando eles mudam para a cor é azul, o remetente tem a confirmação de que quem está do outro lado de fato recebeu e visualizou a mensagem em questão. O que pode ser um alívio para uns, pode ser um incômodo para outros.

Mas saiba que é possível “burlar” com facilidade esse recurso. Tudo o que você precisa fazer é ativar o modo avião antes de visualizar as mensagens no aplicativo. Em seguida, leia tudo aquilo que quiser e, ao terminar, feche o aplicativo e, posteriormente, desative o modo avião.

Com isso, as mensagens são recebidas – e podem ser lidas normalmente -, mas a notificação de “lida” fica impedida de ser enviada e, consequentemente, quem mandou a mensagem não vai saber se você leu ou não. Mas cuidado: da próxima vez que você entrar no aplicativo, todas as notificações de “lida” serão enviadas de uma só vez.

Vale lembrar que o WhatsApp já conta com um sistema que permite que você desabilite notificações como essa. Porém, você deixa de ver as notificações de outras pessoas. Por fim, não se esqueça que o Android mantém processos em segundo plano, o que pode inviabilizar a brincadeira caso você tire o aparelho do modo avião. Para resolver isso, destaive as notificações nas configurações do app.

Cantor Cristiano Araújo morre após acidente de carro em Goiania


Cantor sofreu um acidente na BR-153,em Morrinhos, nesta madrugada.
Namorada dele também não resistiu e morreu; outros dois ficaram feridos.

O cantor goiano Cristiano Araújo, de 29 anos, e a namorada dele, Allana Coelho Pinto de Moraes, de 19, morreram na manhã desta quarta-feira (24) após um acidente de carro na BR-153, no km 614, entre Morrinhos e o trevo de Pontalina, em Goiás. O Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), para onde ele foi transferido, e a assessoria de imprensa do sertanejo confirmaram a informação às 8h30.
Já a morte de Allana foi confirmada pelo empresário do cantor, Antônio Pereira dos Santos. “O corpo dela foi levado ao IML [Instituto Médico Legal] de Morrinhos e os familiares foram ao local para a liberação”

cristiano_araujo

Segundo o Corpo de Bombeiros, o sertanejo voltava de um show em Itumbiara, no sul do estado, por volta das 3h30, quando veículo em que ele estava, um Range Rover, saiu da pista e capotou. O cantor chegou a ser socorrido (veja vídeo abaixo) ao Hospital Municipal de Morrinhos e depois transferido em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Móvel até a capital. Em seguida, seguiu de helicóptero até o Hugo, mas não resistiu.

Além do cantor e da namorada, outras duas pessoas estavam no carro, sendo outro empresário e o motorista. Segundo os bombeiros, eles sofreram ferimentos leves e também foram encaminhados a um hospital na capital.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que as causas do acidente ainda são apuradas. “Fizemos um levantamento no veículo, que é do ano de 2015, e ele estava em perfeitas condições. A suspeita inicial é que o motorista tenha dormido ao volante, mas tudo isso ainda é devidamente apurado”, afirmou o inspetor Newton Moraes.
Segundo o Antônio Pereira dos Santos, o cantor costumava viajar com um motorista particular para que “pudesse dormir após o show e não precisasse dirigir”. Ele ressaltou, ainda, que o condutor “é experiente e acostumado a guiar de madrugada”.

A assessoria de imprensa do cantor informou que o velório será realizado no Ginásio Goiânia Arena, na capital. O horário ainda não foi definido, pois depende da liberação do corpo do sertanejo.
acidente_cristiano (1)

O goiano foi “cantor por natureza” já que a música está há quatro gerações na sua família, desde seus bisavós, avós, pais e tios. Segundo o perfil de seu site oficial, aos seis anos ele ganhou seu primeiro violão, no qual fez seus primeiros acordes, e aos nove, começou a se apresentar em público.

Aos 10 anos fez sua primeira composição e aos 13, gravou seu primeiro CD com cinco músicas. Continuou com sua carreira solo até os 17 anos, quando resolveu cantar em duplas, em um período que durou cerca de seis anos.

Em 2010, resolveu seguir de fato carreira solo, preparando a gravação de CD e DVD com participações de vários artistas. Em janeiro de 2011, o projeto foi concretizado, com a ajuda de grandes cantores e amigos, como Jorge (da dupla Jorge e Mateus), Gusttavo Lima, Humberto e Ronaldo, entre outros. Foi aí que ele estourou em 2011, com a música “Efeitos”, gravada com o também sertanejo Jorge, da dupla Jorge e Matheus.

Windows 10: data de lançamento marcada


Na coluna anterior fizemos uma rápida viagem ao passado. Tão rápida que não deu para abordar todos os temas que eu desejava. Por isto, fechei prometendo esticar o tour um pouco mais, o que seria feito nesta semana. Porém, o passado é o passado e não muda, portanto voltar a ele esta semana ou qualquer outra mais adiante não fará diferença. Mas o futuro é mais fluido e está se aproximando depressa (pelo menos é assim que se sente a passagem do tempo quando se entra naquela categoria que alguns chamam de “idoso” e outros, dotados de um humor negro quase ofensivo, chamam de “melhor idade”).

gpc20150619_1

Então, vamos saltar do passado diretamente para o futuro e falar sobre o lançamento do Windows 10, cuja data já foi fixada oficialmente pela Microsoft: 29 de julho, como já havíamos antecipado em uma das colunas anteriores sobre o sistema operacional.
O que me fez pensar que hoje, cerca de quarenta dias antes da data marcada, seria uma boa ocasião de voltar ao tema foram as coisas que tenho lido nas redes sociais sobre o assunto. Um amontoado de notícias confusas, algumas verdadeiras, outras nem tanto, tudo isto temperado com as costumeiras bobagens.
Um exemplo: “Não se apresse para instalar Windows 10 imediatamente após o lançamento. É melhor esperar um pouco até que os inevitáveis ‘bugs’ que sempre aparecem em um produto recém-lançado sejam corrigidos. Convém esperar pelo menos até o lançamento do SP2”.
Veja todas as colunas do B. Piropo
De fato, por mais testado que seja um produto, particularmente um sistema operacional que roda em máquinas de fabricantes distintos, aceita periféricos de diferentes tipos que necessitam de gerenciadores (“drivers”) atualizados e deve dar suporte a programas de desenvolvedores independentes, é praticamente impossível que não surjam alguns defeitos assim que for liberado para uso corrente. Portanto, o início da recomendação acima citada é pertinente e faz todo sentido. Por outro lado, “esperar pelo lançamento do SP2” é bobagem pura. Windows 10 jamais terá um SP2. Na verdade, não terá sequer um SP1. Quem afirma que se deve esperar por ele não faz ideia das alterações sofridas pela estratégia de distribuição de atualizações da Microsoft.
“SP” são as iniciais da expressão inglesa “Service Pack”, ou pacote de serviços. Um pacote de serviços é uma atualização de produto especial. E é especial porque é liberada algum tempo (em geral da ordem de meses) após o lançamento do produto e engloba todas as pequenas atualizações que foram feitas antes dela, enfeixando em um único pacote todas as correções de “bugs”, eventuais falhas de segurança e melhorias introduzidas desde o lançamento do produto até a emissão do pacote. Este era o costume até recentemente (há quem diga que a atualização de Windows 8 para 8.1 estava mais para um pacote de serviços que para atualização de versão) e, se ele fosse mantido, até que “esperar pelo SP1” seria uma boa ideia. Ou então, mais radical ainda (uma sugestão excelente para quem pretendia instalar Windows Vista logo após o lançamento), esperar por uma nova versão.
Mas acontece que as coisas mudaram. Ao menos por enquanto, a estratégia da Microsoft mudou radicalmente. Para começar, no que depender dela, não haverá nova versão de Windows. Windows 10 será a derradeira.
O que, naturalmente, não significa que o sistema operacional cessará de evoluir. Sua evolução continuará, mas não mais aos “saltos”, de versão em versão. Doravante toda a evolução (que incluirá a introdução de novas funcionalidades, por mais radicais e inovadoras que venham a ser) será feita sempre sob a forma de atualizações. Para ser mais específico, é assim que os usuários atuais de Windows 7 SP1, Windows 8.1 S14 (também conhecido como Windows 8.1 Update) e Windows Phone 8.1 receberão o próprio Windows 10: uma atualização de produto gratuita durante o primeiro ano após o lançamento.
Aqui cabe um parêntese: esta história de “atualização gratuita durante o primeiro ano após o lançamento” está gerando uma confusão medonha e há quem pense que a atualização será gratuita, porém o produto perderá a validade decorrido um ano. Isto é tolice. Vamos tentar explicar de forma mais inteligível: caso a atualização para Windows 10 venha a ser feita durante o primeiro ano após o lançamento (ou seja: antes de 29 de julho de 2016), ela será gratuita. Porém, depois de instalada, a validade será perpétua sem qualquer custo adicional. E como não haverá novas versões, enquanto a máquina onde Windows 10 tiver sido instalado funcionar, o sistema operacional continuará válido, ativo, gratuito e receberá todas as atualizações.
E quais são as versões atuais que terão direito a instalar Windows 10 como uma atualização gratuita após 29 de julho?
gpc20150619_2

Bem, alguns usuários já sabem, garantidamente, que sua máquina será uma destas. Isto porque desde o início deste mês a MS passou a enviar a notificação exibida na Figura 1 para os usuários que terão direito à atualização (a mensagem da figura está em inglês porque foi obtida no sítio “Windows10Update”, mas as notificações enviadas para máquinas que rodam Windows em português estão no nosso idioma). A mensagem convida o usuário a “Reservar sua atualização para Windows 10 hoje”, e informa que é grátis, fácil e não deve inspirar preocupações. Um clique no botão e a “reserva” será feita, seja lá o que isto quer dizer (tenho a impressão que esta notificação da MS tem duas finalidades: a primeira é divulgar o lançamento e informar aos desavisados que a atualização é gratuita, a segunda é ter uma previsão do número de usuários que pretende atualizar imediatamente).

Mas não é só isto. Quem compra um novo computador com Windows 8.1 instalado, durante os procedimentos iniciais quando a máquina é ligada pela primeira vez, também recebe um “convite”, mostrado na Figura 2 (também em inglês porque foi obtida no mesmo sítio da anterior) para reservar sua atualização para Windows 10 quando a mesma for liberada. E esta é mais clara: informa a data de lançamento e dá algumas informações sobre o novo sistema.
Portanto, a MS não somente irá efetivamente lançar o produto em 29 de julho como está ansiosa para que ele seja instalado rapidamente no maior número de máquinas possível.
Então vamos ao que interessa: que versões de Windows terão direito à atualização gratuita, que versão de Windows 10 será instalada e quando um usuário cauteloso deverá providenciar sua instalação?
Começando pelo começo: quantas versões de Windows 10 estarão disponíveis?
Bem, para os usuários não corporativos, haverá apenas as versões Windows 10 Home, Windows 10 Pro e Windows 10 Mobile. Ou seja: Windows 10 não terá a versão “Ultimate”.
Então, vamos lá.
Se você tem um telefone esperto que roda Windows 8.1 (como o meu excelente Nokia 1520) terá direito a atualizá-lo gratuitamente para Windows 10 Mobile, mas a disponibilidade vai depender do fabricante do telefone, do modelo e do provedor de serviços telefônicos.
Se em sua máquina está instalado o Windows 8.1 (simples), o Windows 7 Starter Edition, o Windows 7 Home Basic ou o Windows 7 Home Premium, ela receberá grátis o Windows 10 Home.
Caso sua máquina abrigue o Windows 7 Professional, Windows 7 Ultimate ou Windows 8.1 Pro, ela será atualizada para o Windows 10 Pro.
Se sua máquina ainda está com o Windows 8 e você deseja atualizá-la para o Windows 10, apresse-se e a atualize primeiro para o Windows 8.1 e, depois, para o Windows 8.1 Ultimate (ou S14) – recomendação válida também para os que têm o Windows 8.1 não atualizado para a versão Ultimate. Em todos estes casos a atualização é gratuita.
Naturalmente, quem já está rodando Windows 10, ou seja, os membros do programa Windows Insider, não somente terão direito à atualização gratuita como também há notícias de que o programa continuará mesmo após o lançamento oficial e os “insiders” poderão continuar a dar seus “pitacos” sobre o desenvolvimento do sistema (mas ainda não se sabe detalhes sobre o prolongamento da vigência do programa).
Já as versões Enterprise e RT, tanto do Windows 7 quanto do Windows 8.1, não terão direito à atualização gratuita.
Agora vamos à segunda questão lá de cima: digamos que você é o feliz possuidor de uma máquina que tem direito à atualização gratuita. Quanto tempo seria prudente aguardar para fazer a instalação?
Do ponto de vista lógico, eu considero razoável esperar de uma a três semanas após o lançamento. Parece pouco, mas se aparecerem “bugs” terríveis, destes que travam tudo e coisa e tal, este tempo é mais que suficiente para que eles sejam corrigidos. Afinal, a maior interessada em fazer com que o sistema cause uma boa impressão e se mostre seguro e estável é a própria MS, que acorrerá para resolver os problemas mais graves o mais rápido possível. Os menos graves, como falta de gerenciadores (“drivers”) para alguns dispositivos e incompatibilidade com este ou aquele programa são suportáveis e sempre se pode esperar que sejam corrigidos mesmo enquanto já se está usando o novo sistema. Assim, esperar até três semanas é o suficiente para escapar do congestionamento inicial dos afobados que acorrerão em massa para atualizar nos primeiros dias e para dar tempo à MS de corrigir as eventuais falhas mais graves.
Qual o melhor sistema operacional? Comente no Fórum do TechTudo.
Pois é isso aí.
No mais, cabem ainda duas recomendações. A primeira afeta os usuários que têm Windows instalado, mas em versões que não foram agraciadas com a atualização gratuita, como XT e Vista, além de outras. Se um usuário de uma dessas versões quiser atualizar para Windows 10, como fazer?
Neste caso a matéria Como baixar e instalar o Windows 10 Preview tem todas as respostas.
A segunda é dirigida ao usuário que ainda cultiva qualquer dúvida sobre o procedimento de atualização gratuita para Windows 10: 20 coisas que você precisa saber antes de instalar no PC .
Isto posto, é aguardar.
Agora, por exemplo, eu estou rodando nesta máquina que vos fala a etapa de desenvolvimento (“build”) 10130 de Windows 10, que instalei inda hoje. Mal tive tempo de examinar as novidades, pois tinha que entregar esta coluna no prazo (mas se alguma mudança notável tiver ocorrido, informarei oportunamente). E consta que não haverá muitas mais além desta. Afinal, só faltam 10 dias…

Vamos esperar e ver no que dá.

CEO da Lenovo confirma novos aparelhos da Motorola ainda para 2015


Se antes nossas suspeitas de que mais uma geração de smartphones da linha Moto estava para chegar, agora temos praticamente uma confirmação. Isso porque, em uma conversa ao siteThe Telegraph, Yang Yuanqing (chefe da Lenovo) avisou que devemos ter novos aparelhos daMotorola sendo lançados ainda no verão – ou seja, dentro dos próximos dois ou três meses, como o próprio presidente da Motorola já havia indicado.

Em sua declaração, Yuanqing avisou que o público deve ficar atento para novos aparelhos da companhia ainda neste ano. “Nós temos muitos novos modelos em desenvolvimento com a marca Moto”, começou ele. “Então você pode nos ver, no verão, lançando alguns produtos bastante animadores”.
Quem pensa que estamos falando apenas do trio Moto X, Moto G e Moto E se engana, no entanto. Yuanqing também promete que as novidades vão incluir tanto celulares quanto relógios inteligentes. Assim, como rumores anteriores já prometiam, temos praticamente a garantia de um sucessor do Moto 360 (ou mesmo o anúncio de novos smartwatches da linha) para o terceiro trimestre de 2015.
Em busca de melhores câmeras
Infelizmente, o CEO da Lenovo não revelou muito mais quanto a que aparelhos seriam eles; muito menos que novidades esperar deles. Mas o canal Ricciolotrouxe uma dica quanto a isso, em um de seus tweets mais recentes.
Segundo eles, a nova linha Moto terá um salto e tanto na qualidade de suas câmeras, que serão mais inteligentes na hora de capturar cenas. Fotos noturnas ou em ambientes mal iluminados são o principal foco, ao que parece, com direito ao uso da tecnologia HDR Backlight para controlar esse aspecto de seus registros.
“O aparelho ‘MAIS INTELIGENTE’ & ‘MAIS CEDO DO QUE ESPERADO’ vai compartilhar muitos truques de câmera ‘de casa’… Sem comparação com o ‘M’odelo de 2014…”
Uma estratégia como essas, de fato, tem bastante sentido por parte da Lenovo, visto que a câmera dos smartphones da Motorola tem se mostrado um dos “pontos fracos” de sua linha. E as suspeitas, claro, só ganham força, visto que a própria CMO da companhia garantiu melhorias nesse aspecto de seus aparelhos.
Motorola ou Lenovo: qual nome fica?
Voltando à entrevista, Yuanqing respondeu aquela pergunta que não quer calar: os novos aparelhos celulares desenvolvidos pela empresa vão continuar carregando a logo da Motorola, mudar para o símbolo da Lenovo ou passar a usar ambas? Em resposta, o presidente da companhia explicou que isso irá variar.
De maneira simples, a Lenovo deve continuar a usar ambas as marcas no mercado de smartphones. Mas isso dependerá principalmente da região em que o aparelho for lançado: no ocidente – principalmente nos EUA e Europa –, a Motorola deve permanecer, visto que é muito mais conhecida por aqui. Já a outra marca tem mais renome na Ásia, e deve ser muito utilizada por lá.
“Moto e Lenovo têm diferentes posições de marca, então nós tentamos equilibrar essas duas marcas para maximizar nossa participação em um mercado particular”, explicou Liu Jun, presidente da divisão móvel da Lenovo. Alguns mercados, inclusive, devem ter a presença de ambas: “No Sudeste da Ásia, por exemplo, nós vamos provavelmente trazer a marca Motorola para alguns países”, continuou.
FONTE(S) The Telegraph/Sophie Curtis

Hoje no TecMundo: 25/11/2014


O Mega TecTudo a partir desta desta terça-feira, dia 25 de novembro de 2014, ficará publicando o Hoje no TecMundo que destaca que a ASUS vendeu 1.000 Zenfones 5 no Brasil em apenas 5 segundos. A empresa informou que o estoque do novo lote especial do modelo foi esgotado quase que instantaneamente.

Seguindo com os destaques de hoje, um vazamento revela supostas especificações técnicas e a provável data de anúncio do Xperia Z4. A expectativa é a de a Sony anuncie novidades em janeiro de 2015, durante a CES.

Saiba que a atualização Denim vai chegar em breve aos aparelhos Lumia, talvez nos próximos dias. A confirmação partiu da própria Microsoft, por meio do perfil oficial Lumia no Twitter, que respondeu a um seguidor e disse a Denim vai ser liberada em breve.

Aproveitando que falamos na Microsoft, veja que o Windows 10 não vai ser a versão 6.4 do sistema. Pra facilitar as coisas, a Microsoft vai se referir ao kernel do sistema com o número 10 mesmo, a fim de facilitar a padronização do Windows em várias plataformas.

O vídeo de hoje com um ranking das linguagens de programação que rendem os maiores salários no mercado dos Estados Unidos, segundo a Business Insider. JAVA, Python, Objective C e Ruby on Rails são as linguagens que rendem os maiores salários, segundo essa lista.

Telefonia também está em voga na edição de hoje, visto que ligações para celular no Brasil estão entre as mais caras do mundo, segundo um estudo da União Internacional de Telecomunicações.

E veja que o jogo Far Cry 4 simplesmente não roda em PCs com processador dual-core. Seria esse o começo de uma tendência, visto que outros títulos AAA também não rodam em processadores desse tipo?

Por fim, Hoje começaremos a Divulgar o Famoso Hoje no TecMundo…